[MM] Círculos de oração

Conheça os vestidos! Toque na Logo.

Leitura Bíblica: Lucas 18:9-14

Eu lhes digo que foi o cobrador de impostos, e não o fariseu, quem voltou para casa justificado diante de Deus. Pois aqueles que se exaltam serão humilhados, e aqueles que se humilham serão exaltados. Lucas 18:14

E o círculo de oração das meninas da sexta série continuava, e, uma a uma, elas oravam umas pelas outras. “Pai que está no céu”, Ana orou: “por favor, ajude a Tônia a não ser tão doida por meninos”. Tônia acrescentou com uma risadinha: “E ajude a Ana a parar de se comportar tão mal na escola”. Thalita então respondeu: “Senhor, ajude a Tônia a ouvir a sua mãe e não ficar sempre respondendo”.

Ainda que os pedidos fossem reais, as meninas pareciam se divertir ao zombarem de suas amigas indicando as falhas individuais em oração. A líder de seu grupo as lembrou da seriedade de falar com o Deus Todo-Poderoso e da importância de avaliar os seus próprios corações.

Caso usemos a oração para apontar as falhas de outros enquanto ignoramos as nossas, somos como o fariseu na parábola de Jesus. Ele orou: “…Eu te agradeço, Deus, porque não sou como as demais pessoas: desonestas, pecadoras, adúlteras…” (Lucas 18:11). Antes, devemos ser como o homem que pediu a Deus que fosse misericordioso com ele, “pecador” (v.13).

Deus deseja de nós a oração que flui de uma avaliação humilde de nosso coração pecaminoso. Anne

Fonte: Pão Diário