[Maná] O doce perfume de Cristo

Mas dou graças a Deus por que Unidos com Cristo somos sempre conduzidos por Deus como prisioneiros no desfile de Vitória de Cristo como um perfume que se espalha por todos os lugares somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas. II Coríntios 2:14

Nessa passagem Paulo relaciona a vida cristã ao Triunfo Romano, o grande desfile da Vitória, que tomava conta das ruas de Roma em comemoração ao sucesso de certo general.

O desfile, despojos de guerra, os mais exóticos prisioneiros e finalmente o próprio General, acontecia numa atmosfera perfumada com incenso ou com grandes quantidades de pétalas.

O apóstolo Paulo afirmou que somos conduzidos como prisioneiros no desfile da vitória de Cristo. Ele é o herói conquistador e nós os prisioneiros voluntários espalhamos o perfume de sua graça à medida que passamos. 

Você já notou como associamos aromas a lugares. Ao inalarmos algum odor, à sugestão de alguma fragrância, a nossa mente se recorda de um evento que talvez tenha acontecido há muitos anos. Voltamos para aquele lugar e revivemos uma doce lembrança. O mesmo acontece com as pessoas. Associamos alguém especial com seu perfume. Pode ser um cheiro ou uma fragrância. Toda vez que sentimos esse cheiro pensamos naquela pessoa.

No período em que moramos na Índia, conta o William Johnson, ficamos encantados com a dama-da-noite. Um arbusto com pequenas flores brancas que exalam seu perfume à noite.

Acordávamos nas primeiras horas da manhã e apreciávamos a fragrância doce e suave entrando pela janela. Ao passearmos pelo Campus do Spider Colete à noite cruzávamos com um pequeno rastro invisível de perfume e o seguíamos até encontrar a fonte. Às vezes há muitos metros de distância nas pequeninas flores brancas que floresciam discretamente, mas transformavam o ar noturno. Apaixonei-me por aquela pequena flor. Se sentisse aquela fragrância, nesse instante, voltaria mentalmente para aquele lugar.

Amo flores! Não ligo para flores artificiais. Algumas imitações parecem exatamente como as reais, mas é muito fácil reconhecê-las, cheirando-as. Apenas as flores de verdade são perfumadas.

Isso me leva a examinar meu coração. Sou real ou falso? Será que através de minha vida homens e mulheres, meninos e meninas, têm sentido a doce fragrância de Cristo? O perfume da Graça? 

Pense nisso no dia de hoje.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s